Quarta-Feira 19 DE dezembro DE 2018
(47)3275-0137
HOME > LIVRARIA > RELATO DE UM NAUFRAGO
CLASSIFIQUE

R$ 47.90

* Valor sujeito a alteração!

COMPRAR
RELATO DE UM NAUFRAGO
Indisponível
SIMULAR PREVISÃO DE FRETE/ENTREGA
COMPRE NO SITE RETIRE NA LOJA
SAIBA COMO
SINOPSE
Em 28 de fevereiro de 1955, oito tripulantes do destróier Caldas, da Marinha da Colômbia, caíram na água e desapareceram durante uma tormenta no Mar do Caribe. Apenas um deles sobreviveu, Luís Alexandre Velasco, que, após passar dez dias à deriva, sem comer nem beber, foi encontrado semimorto numa praia deserta do norte da Colômbia. Praticamente sequestrado pelas autoridades e colocado em um hospital naval, só lhe foi permitido falar nesse tempo a jornalistas do regime, e apenas um da oposição, disfarçado de médico, conseguiu entrevistá-lo. A Colômbia inteira vivia, então, sob a ditadura de Gustavo Rojas Pinilla, e Velasco foi transformado em um herói nacional, fazendo discursos patrióticos no rádio e na televisão. Pouco tempo depois, Luís Alexandre Veloso entrou na redação do 'El Espectador' oferecendo sua história, que àquela altura não era nada mais do que notícia velha. Embora supondo que ele não teria muito o que contar, pois o governo fixara muito bem os limites de sua declaração, o editor-chefe seguiu sua intuição e fez um trato com Velasco. Em vinte sessões de seis horas diárias, Velasco relatou a tragédia para o então repórter iniciante Gabriel García Márquez, que descobriu que não acontecera tormenta alguma, e sim um acidente - o destróier levava contrabando e, tendo adernado por força dos ventos do mar agitado, a carga soltou-se e arrastou para o mar os oito marinheiros. A revelação do que realmente acontecera converteu-se imediatamente em denúncia política. O país foi tomado de grande alvoroço, que roubou do náufrago a sua glória e rendeu ao repórter o exílio.

INFORMAÇÕES
Editora: RECORD
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA
Ano de edição: 2013
Autor: MARQUEZ, GABRIEL GARCIA
I.S.B.N.: 8501011206
Número de Páginas: 144
Altura: 0
Largura: 0
Comprimento: 0
Código de Barras: 9788501011206
PRODUTOS SEMELHANTES
SE EU MORRER AN
BRENNAN, ALLISON...
Disponível
R$ 44.90
CRONICAS SAXONI
CORNWELL, BERNARD...
Disponível
R$ 52.90
TEATRO COMPLETO
HILST, HILDA...
Disponível
R$ 21.90
SUSPRESAS DO AL
HARRIS, CHARLAINE...
Disponível
R$ 9.90
KINGMAKER - O A
CLEMENTS, TOBY...
Disponível
R$ 64.50
LIVRO DE OURO D
BULFINCH, THOMAS...
Disponível
R$ 34.90
CAFETERIA
Acompanhe as delícias do cyber café da grafipel!
Conheça e venha nos visitar.
VEJA NOSSO CARDÁPIO
DUVIDAS???
ENTRE EM CONTAO CONOSCO! É FÁCIL E RÁPIDO!!!
CLIQUE AQUI
NA GRAFIPEL VOCÊ ENCONTRA!
SOBRE A GRAFIPEL
Você sabia que muita gente conhece a Grafipel como Gráfica Avenida? Você já ouviu alguém falar “vai lá na gráfica e me traz uma caneta”? Pois é, por muitos anos foi assim...a história da Grafipel é antiga, tem quase 100 anos! Em 1919, Arthur Müller, que mais tarde seria o prefeito de Jaraguá, fundou a primeira tipografia da cidade, a Tipografia Avenida, operando no ramo de impressão e papelaria. Chamava-se Avenida porque ficava na Avenida Getúlio Vargas, em frente à estação ferroviária.
CONHEÇA NOSSO INSTITUCIONAL
2018 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
WWW.GRAFIPEL.COM.BR